[Séries] Távolas redondas…

23 de setembro de 2012

Considerando que meu último post foi sobre remakes e adaptações, resolvi embarcar nessa analise mais entre as séries do que dentro das séries. Faz sentido?

Pois então, a primeira coisa que eu vou abordar são os paralelismos. Vocês podem não saber, mas em 2008 a BBC One começou a transmitir uma série chamada Merlin (que por sinal teve o primeiro episódio da quinta temporada sendo exibido dia 29/09 desse ano).

Não acho que eu precise explicar sobre o que é a série, mas em três palavras e uma preposição: lenda do rei Arthur. Yep, Merlin é uma série sobre Arthur e Merlin, ainda jovens e com Uther Pendragon (pai de Arthur) ainda vivo. Daí pra frente acompanhamos o desenrolar da história, Merlin tentando esconder sua magia e etc.

Merlin (centro) e outros personagens da trama.

Três anos depois, em 2011, Camelot estreia. Mesma premissa básica: lenda do rei Arthur. O detalhe ficaria por conta da aura mais adulta em volta de Camelot e de seu elenco inesperado: Eva Green, Joseph Fiennes, Jamie Campbell Bower e outros. Apesar de fantástica a série foi cancelada, mas ainda vale a pena ver a temporada que chegou a ser exibida.

São duas séries completamente diferentes. Merlin tem um ar mais juvenil, magia, dragões e quantidades limitadas de batalhas sangrentas. Camelot é o Game Of Thrones versão arturiana: sangue, intrigas, nudez e mais sangue.

Arthur e Morgana

Apesar das diferenças gritantes entre as duas séries, ainda existem pontos em comum (além do mito arturiano): é possível reparar influências literárias em ambas as séries.

Rei Arthur é uma lenda famosa. Muito famosa. Existem inúmeros livros sobre ela: infantis, juvenis, adultos e muito provavelmente alguma versão em vídeo só para maiores de 18 anos. Não só livros, filmes, peças de teatro e muito mais. Às vezes eu acho que nunca vamos parar de falar sobre Arthur e seus cavaleiros.

Em Merlin a influência que nós temos é a do mito infanto-juvenil, as histórias que líamos quando criança. Mas não só isso, também existem pitadas bem claras de As Brumas de Avalon (Marion Zimmer Bradley); vemos mulheres fortes na trama de Merlin, sejam elas protagonistas ou não. Elas não chegam a monopolizar o ponto de vista da história, como nos livros de Marion, mas a influência é bastante clara: enquanto nos livros infantis Guinevere é a
donzela e Morgana a vilã, aqui elas são ambas fortes, teimosas, empunham espadas e exibem certa influência política. São personagens que não são 100% boas ou 100% más, mas sim uma mistura.

Mas e Camelot? Se essa série fosse um livro quem seria o autor? Bom, em uma palavra simples: Camelot seria o produto de uma troca de ideias entre Cornwell e G. R. R. Martin. Não são influências tão claras como em Merlin, mas vemos pedaços: o Merlin de Camelot oscilando entre insanidade e genialidade, magia que não é magia, mas sim ilusão; até mesmo o espírito da impecável descrição da batalha que Cornwell faz foi transportada para essa série, não sem
sua forma original da parede de escudos, mas nas estratégias e na agonizante espera pelo movimento do inimigo.

Martin e sua possível influência ficam no campo da construção de alguns personagens, alguns deles têm moral duvidosa, outros que deveriam ter moral duvidosa são justos. Toda a ideia de um jogo de xadrez que Martin derramou sobre seus livros transparecem, até certo ponto, em Camelot. Talvez não seja influência direta, mas é uma associação possível.

Pode parecer que essas associações são um monte de baboseira, mas produtores e roteiristas tem que se inspirar em algum lugar. E aí, vocês conseguem detectar algumas dessas inspirações nas séries que vocês acompanham? Alguém conhece outras séries que se associem com livros de maneira não direta (direta = adaptação)?

Join the Conversation

  1. Se Camelot tivesse um ator mais expressivo para o papel de Arthur, assim como a atriz para Guinevere, realmente acredito que a série teria dado certo. Era muito muito boa! Eu adorava a Morgana e o Merlin… a trama eram boa, e o último episódio foi sensacional. Pela que foi cancelada ):
    Mas concordo com a influência de Martin e Cornwell… inteiramente.

  2. Adoro séries, mas essas não assisti. Gostei da associação. Das séries que estou acompanhando ou já assisti não tenho uma que se encaixe nesses termos, infelizmente.

  3. Não conhecia nenhuma das duas séries, mas me interessei bem mais por Merlin. Gosto mais desse ae juvenil do que uma série completamente séria como Camelot parece ser.

  4. Sou suspeita para falar de séries britânicas, ainda mais da BBC, pois adoro!! Já ouvi falar que Merlin é mesmo mtuuu legal, mas nunca vi.
    Uma que vi e gostei foi Camelot, mas infelizmente foi cancelada 🙁 Pois eu estava doida por uma segunda temporada.

    http://autoracarolinaribeiro.blogspot.com.br

  5. Não conhecia nenhuma das duas séries, a achei bem interessante esta similaridade entre as mesmas. Fiquei interessada em assistir ambas! Beijos.

  6. Ronny Petterson says:

    Não cheguei a assistir Merlin, mas acompanhei a primeira e única temporada de Camelot. Camelot demonstrou ser uma série encantadora, apesar do clichê imposto pela própria natureza da estória, apresentou uma trama muito bem desenvolvida e cativante. Queria mais… u.u

  7. Melhor série que já vi foi Merlin. Comecei a assistir a série Camelot e não tive paciência, mas enfim, qualquer série desse porte merece respeito.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Recipe Rating




Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Like
Close
Copyright © 2021 Pausa Para um Café
Made with by Loft.Ocean. All rights reserved.
Close
Sair da versão mobile