Vídeos Segunda, Quarta e Sexta.   SE INSCREVA

Search

[Top3] Livros preferidos dos astros da música!

Nós sempre queremos saber quais livros os outros estão lendo e recomendam não é mesmo?
Eu sempre pergunto para os autores que conheço, qual livro é o seu preferido, aquele livro para ficar na cabeceira da cama.
Então hoje, apresento a vocês 5 livros que os astros da música tem um carinho especial!

1. Cazuza 

O_LOBO_DA_ESTEPE_1293042236PPor mais que um dos meus cantores preferidos e exagerados combine muito com  Caio Fernando Abreu, o seu livro preferido é  O Lobo da Estepe, de Herman Hesse.

Temos a história de Harry Haller, um outsider, um misantropo de cinqüenta anos, alcoólatra e intelectualizado, angustiado e que não vê saída para sua tormentosa condição, autodenominando-se “lobo da estepe”. Mas alguns incidentes inesperados e fantásticos o conduzem lenta porém decisivamente ao despertar de seu longo sono: conhece Hermínia, Maria e o músico Pablo. E então a história se desenvolve, guiando-nos num êxtase febril ao seu surpreendente desenlace final.

2. Robert Smith

O_ESTRANGEIRO_1322943507PO vocalista da banda The Cure (que eu nunca fui muito fã) tem uma paixão pelo livro O Estrangeiro, de Albert Camus, que até mesmo inspirou a polêmica canção”Killing an Arab”.

“O Estrangeiro”, tão popular porque, à parte ser a seca narrativa das desventuras de Meursault, condenado à morte por matar um árabe a troco de nada, é também a narrativa das desventuras de um homem do século XX. Uma autobiografia de todo mundo. Mersault leva uma vida banal; recebe, indiferentemente, a notícia da morte da mãe; comete o crime; é preso; julgado; tudo gratuito, sem sentido, apenas mais um homem arrastado pela correnteza da vida e da História.

3. Mick Jagger 

O_MESTRE_E_MARGARIDA_1242260069PO grande vocalista do Rolling Stones que também possui uma grande boca tem como seu livro preferido o romance O Mestre e Margarida  de Mikhail Bulgakov.

Mutilado pela censura da então União Soviética, O Mestre e Margarida, maior romance de Makhail Bulgákov, foi escrito entre 1928 e 1940, ano de sua morte. Sua publicação com cortes só se deu em 1967, e até 1990 fragmentos foram achados e incluídos. A história corre em dois planos: um na Moscou de 1929, ano em que a NEP foi dada como fracassada e que marca o início dos expurgos e massacres de camponeses pela coletivização forçada da agricultura. O outro plano é a Jerusalém do século I d.C., quando um andarilho trazendo previsões estranhas é preso, julgado, condenado e crucificado, sob ordens do procurador romano na Judéia, Pôncio Pilatos, mas sob escolha e pressão de Caifás.

Fonte: Rolling Stones
Foto: elasdisseram.com

10 livros para ler antes do vestibular Halloween: 5 livros de terror na literatura 5 livros para começar a ler clássicos Personagens LITERÁRIOS para inspirar seus personagens de RPG! Ideias para suas mesas de D&D sairem da mesmisse!