Menu
Literatura

Um livro para quem ama Dante: Nove Ensaios Dantescos de Jorge Luis Borges

Quem me acompanha aqui no blog ou no canal, sabe que eu tenho uma pequena paixão exagerada pela Divina Comédia. Esse grande poema da literatura italiana conquistou meu coração de um jeito incrível e  vocês podem me ouvir falando um pouco sobre isso no programa que eu gravei no AntiCast especial sobre a divina Comédia.

Porém hoje vamos falar de Dante de uma forma diferente. Vamos falar de Borges falando de Dante no livro “Nove Ensaios Dantescos & A Memória de Shakespeare”.

IMG_5515

Borges era um apaixonado pela obra de Dante. Então durante anos estudou os caminhos dantescos do Inferno, Purgatório e Paraíso. “Aqui em Nove Ensaios Dantescos” conseguimos entender o quão árduo e complexo foram esses anos de estudo e dedicação em cima do poema italiano. Borges traz referências, citações e conclusões sobre o romance que muitas pessoas jamais teriam imaginado.

Em nove ensaios ele conversa sobre a paixão por Beatriz, os poetas que Dante levou ao seu labirinto e também a vida do escritor. Ler esses ensaios é como conversar com outra pessoa que também ama seu livro preferido. É debater com Borges as inspirações e pensamentos e insinuações do jovem fiorentino.

Em um dos ensaios, Borges se dedica a falar sobre Beatriz. Aqui notamos um carinho especial a pessoa Alighieri e o que ela conseguiu representar para o moço Jorge Luis Borges. Além da obra falamos do amor, da inspiração, das vontades que ficam subentendidas em cada rima principalmente de “O Paraíso”.

  IMG_5513

Mas o livro publicado no Brasil pela Companhia das Letras não fala apenas de Dante.  Em complemento a parte intitulada “A Memória de Shakespeare” possui três contos fantásticos de Jorge Luis Borges. São histórias muito interessantes que nos dão aquele gostinho do que também era a obra do autor. Como ele gostava de escrever e conquistou tantos leitores ao redor do mundo, inclusive outro italiano, Italo Calvino, que foi responsável por algumas de suas traduções na Itália.

Um dos contos dessa segunda parte do livro nos mostra um Borges em uma viagem do tempo onde encontra seu “eu” mais velho antes da morte. É um conto triste e pesado, mas que completa o livro com chave de ouro.

Mais do que mais um livro sobre Dante, “Nove Ensaios Dantescos” é um presentes para os aventureiros apaixonados pelo grande poema. É um daqueles exemplares obrigatórios na sua biblioteca dedicada ao autor. Borges me conquistou um pouco mais depois desses ensaios.

IMG_5517

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google + ? Pinterest Youtube ?Blogvin Flickr

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

3 Comments

  • Raquel Moritz
    24 de fevereiro de 2016 at 13:06

    Anna lendo Borges 😀 <3
    Fofinha!

    Reply
  • Leo
    28 de fevereiro de 2016 at 16:26

    Ótima dica. Borges sempre foi um transgressor, escrevendo ficções como se fossem ensaios “sérios” de literatura e ensaios, por vezes jocosos, sobre ficções. Vou lê-lo.

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.