O crowdfunding de ARC, o RPG para derrotar o apocalipse, chega ao Catarse - Seu site sobre Literatura e RPG

Vídeos Segunda, Quarta e Sexta.   SE INSCREVA

Search

O crowdfunding de ARC, o RPG para derrotar o apocalipse, chega ao Catarse

Lançada em 10 de novembro, a campanha de financiamento coletivo da Editora Vanishing Point arrecadou 10% da meta em menos de 24 horas

16 de Novembro, 2023 — Criado pela celebrada designer filipina momatoes , ARC, um RPG para derrotar o apocalipse chegou à plataforma de financiamento coletivo Catarse numa campanha organizada pela Editora Vanishing Point. Lançada na sexta-feira, 10 de novembro, a campanha rapidamente arrecadou 10% da meta em menos 24 horas e busca manter esse ritmo durante os seus 35 dias de duração, até a data de fechamento em 16 de dezembro.

Aclamado como um dos melhores RPGs independentes de 2021, ARC é um jogo de RPG no qual Heróis desafiam o Relógio do Apocalipse numa corrida contra o tempo para salvar seu mundo de um fim iminente. Leve em regras, carregado de tensão,  a mecânica de contagem regressiva  em tempo real aliada ao sistema d6 roll-under — onde quanto menor o resultado dos dados, melhor —, ARC ajuda a construir histórias urgentes com desfechos satisfatórios.

Ideal para 2 a 6 participantes, ARC foi escrito para permitir que qualquer pessoa, iniciante ou veterana, construa em conjunto histórias para salvar o mundo. E mais: como quem joga está literalmente agindo contra o relógio, a experiência de ARC permite a cada grupo ditar quanto tempo sua história precisa.

Lançada originalmente pela Exalted Funeral, a campanha de financiamento original no Kickstarter alcançou o objetivo em 23 minutos e, com mais de 2000 apoiadores, bateu todas as metas extras. Este jogo premiado já chegou ao Japão, à Itália e à França: agora, é a vez do Brasil.

A campanha no Catarse tem como objetivo financiar a publicação deste jogo em impressão de alta qualidade. Com um design exuberante, repleto de ilustrações deliciosamente sombrias e escrito com amor para todes que adoram criar histórias, o livro de cerca de 180 páginas contém:

  • Um sistema completo de RPG com regras para construir histórias envolventes e de ritmo acelerado, através do Relógio do Apocalipse e de um trio de Presságios;
  • Formas integradas e variadas de combinar Habilidades com Abordagens para resolução de problemas. Combate impulsionado por quem joga, com sistema de iniciativa baseado na intenção. Formas únicas de lançar e recuperar Feitiços e Técnicas. 
  • Conteúdo bônus para dar força a qualquer aventura: 40 Feitiços e Técnicas; 36 criaturas fascinantes: de noblins com orelhas de coelho a vermes devoradores de luas, e muito mais.
  • E ainda orientações práticas e acessíveis para organizar um jogo satisfatório de ARC com o seu grupo.

Para além do jogo, a campanha também visa alcançar objetivos físicos e digitais adicionais: dados personalizados e aventuras originais e inéditas concebidas por talentos do design de jogos e ilustradas por artistas nacionais, e outras surpresas mais. 

ARC é a terceira campanha da editora na plataforma Catarse e sua primeira parceria com a designer gráfica e de jogos do Sudeste Asiático, momatoes, que projetou, escreveu, ilustrou e diagramou este jogo único.

Sobre a Designer

Admirada pela sua arte e humor, além de jogos carregados de um design mecânico feito com carinho e zelo, a filipina momatoes – conhecida na vida real como Bianca Canoza  –  é uma das designers de jogos mais proeminentes da explosiva cena de RPG de mesa do Sudeste Asiático, além de finalista e vencedora do prêmio Diana Jones 2022 na categoria Designer em Ascensão.

Seus projetos incluem The Magus, um RPG solo sobre o preço do poder, e Across RPGSEA, um site único para descobrir novos jogos de role-playing do Sudeste Asiático. Mais recentemente, momatoes foi uma das autoras comissionadas na bem-sucedida campanha de Kickstarter do RPG Orbital Blues, como uma das recompensas exclusivas. E, em novembro deste ano, também lançou o inédito jogo de criação de mundos, The Marvelous Children of Inang-Uri.

A certa altura, se supôs que ela seria uma programadora de mainframes, mas cá estamos.

Contato: hello@momatoes.comRedes sociais: bluesky @momatoes | twitter @momatoes | instagram @hello_momatoes

Sobre a Editora Vanishing Point

A Editora Vanishing Point é um projeto do editor e redator carioca Rafael Ferreira (ele/dele). Entusiasta de jogos de RPG há cerca de 30 anos, Rafael acredita que há um espaço para o crescimento dessa atividade no país e vê como um dos caminhos a oferta ao público novas e diversas experiências com as quais possam se conectar. 

Por isso, a Editora Vanishing Point pretende ser um ponto de convergência: de um lado, pela publicação de novos títulos estrangeiros, com temas e mecânicas inovadoras, de autores de uma diversidade de vivências e perspectivas; de outro, pelo estímulo à criação de espaços para que novas e diversas vozes estejam e se vejam representadas. 

Saiba mais

Acompanhe a Editora Vanishing Point nas redes sociais (instagram @editoravanishingpoint | bluesky @vanishingpoint.bsky.social | twitter @thevanishingpnt) e se inscreva na newsletter Vanishing Point (http://tiny.cc/vanishing ) para ficar por dentro das novidades deste projeto.

5 LIVROS PARA FICAR OBCECADO 5 LIVROS QUE TODO CREATOR DEVERIA LER 10 livros para ler antes do vestibular Halloween: 5 livros de terror na literatura 5 livros para começar a ler clássicos