Acompanhe no youtube
inscreva-se
[Resenha] O Símbolo Amarelo e Outros Contos de Robert W. Chambers | @arteeletra

[Resenha] O Símbolo Amarelo e Outros Contos de Robert W. Chambers | @arteeletra

[Resenha] O Símbolo Amarelo e Outros Contos de Robert W. Chambers | @arteeletra

Sinopse: ‘The King in Yellow’ é um texto maldito que levaria à morte todos que o lessem. Publicado originalmente em 1895, o livro volta a ganhar vida servindo de referência para a mais nova série de sucesso da HBO, ‘True Detective’. ‘O Símbolo Amarelo e outros contos’ reúne exatamente as quatro histórias que citam a peça maldita, além de um grande bônus, ‘Um habitante de Carcosa’, conto de Ambrose Bierce que serviu de inspiração para Chambers criar a peça ‘The King in Yellow’.

Strange is the night where black stars rise,
And strange moons circle through the skies,
But stranger still is
Lost Carcosa. — Robert W. Chambers, “Cassilda’s Song” in The King in Yellow Act 1, Scene 2

 Sabe quando você começa a ler um livro e ele simplesmente mexe com a sua mente e te faz ficar pensando, sonhando e imaginando coisas sobre ele durante todo o período de leitura ou não? Pois é! O Simbolo Amarelo me fez ter pesadelos e eu ainda estou incomodada com isso.

Quando eu soube que a Arte & Letra iria lançar o livro eu fiquei extremamente empolgada. Eu queria assistir True Detective desde que eles anunciaram a série, acompanhei os episódios na HBO e me desesperei com tudo o que aconteceu. Desde Fringe que eu não ficava tão empolgada com uma série assim.

O Símbolo Amarelo é um livro de contos que fez lembrar de muitas outas boas histórias que ele inspirou. Principalmente H.P. Lovecraft. A forma com que o livro do Símbolo Amarelo aparece para as pessoas me lembrou muito o conceito do Necronomicon que surge nas história do mestre do terror sem que nós saibamos qual é o seu conteúdo, mas compreendemos o quão ele torna-se personagem principal na história.

Aqui um livro também é protagonista, ele inspira, provoca e é a causa. Com um estilo narrativo que lembra o “Dr. Jekyll and Mr. Hyde” eu não consigo imaginar como eu fiquei tanto tempo sem conhecer essa história e fazer com que O Símbolo Amarelo se transformasse em um dos clássicos obrigatórios que eu devo indicar para todo mundo.

O livro é sombrio sem te deixar com medo durante o passar de todas as situações descritas, mas ele te deixa apreensivo, com o coração pronto para soltar pela garganta por tentar entender o que realmente está acontecendo e qual é o motivo para esses acontecimentos.

Eu ganhei mais um livro para levar para todos os lugares e indicar para quem gosta do gênero. E é impossível terminar O Símbolo Amarelo sem querer assistir True Detective mais uma vez e agora compreender tantas e tantas outras coisas que os roteiristas fizeram de referência. Se a série já foi genial sem conhecer a história. Imagine agora depois de ler e compreender todas as coisas que você achou que eram um pouco malucas demais.

A edição da Arte & Letra está em formato capa dura com uma edição impecável, e bem… isso vocês conseguiram conferir nas fotos! Se você é de Curitiba e gostou do livro, recomendo aparecer na Arte & Letra para comprar pessoalmente, em fiz um post sobre a livraria aqui! 

Edição: 1 | Editora: Arte e Letra | ISBN: 9788560499557 | Ano: 2014 | Páginas: 188 | Tradutor: Gabriel Oliva Brum

Nota: 4,5/5

Comprar: Site da Editora | Livraria (endereço abaixo)

Livraria e Editora Arte & Letra
Alameda Presidente Taunay, 130 – fundos da Casa de Pedra – Batel
Curitiba – PR
Telefone: (41) 3039-6895
contato@arteeletra.com.br

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +

post

7 Comments

  • 4 anos ago

    Aegh, nem me fale de obras que contenham certo teor de ocultismo, que eu fico muito cagado. Só de assistir o primeiro episódio do True Detective eu ficava um pouco com frio na barriga, porque a atmosfera que a série traz é bem densa.

    Um livro que eu não consegui terminar de ler só por uma simples citação de ocultismo, magia negra e tal foi o As Valkírias, do Paulo Coelho. Sei que o livro se trata de muito mais que isso, mas REALMENTE sou bem receoso com esse tema.

    Mas fiquei com vontade de ler O Símbolo Amarelo. Falta coragem…

    • 4 anos ago

      MEU, sabe que eu tbm larguei As Valkírias por causa disso? Na real tem um capítulo no meio do livro que é tipo um relato do Paulo Coelho tendo uma vertigem ou coisa assim. Nussa, eu fiquei tão assustada. :~~~ Larguei o livro e só voltei pra ele meses depois. Hehuaheuahe

  • 4 anos ago

    Essa Arte & Letra tá de parabéns! Muito capricho nas edições que vi por ali, e essa aí com certeza foi a mais bonita.

    Como prometi, VAI ROLAR MARATONA TD em casa semana depois do segundo Cine Book Club.

    Adorei a proposta do livro, me arrependi de não ter trazido (mas o EXPRESSO ANNA pode resolver, certo? aehuahea)

    BEIJO ♥

  • 4 anos ago

    Caraaa!
    Correndo pra comprar o livro, eu adorei mesmo True Detective e agora to louca pra ler ele e dps rever a série!

    Aahhh Fringe era amor! <3 embora eu tenha ficado empolgada com The following e Hannibal nada tbm me deixou tão empolgada depois dela, acho que nunca vou chorar tanto quanto no dia que vi o episódio final,ver Peter despedindo do pai dizendo "I love you" me fez ficar chorando por um bom tempo. aainn que saudadinha, vou rever algum episódio rs.

    Beijos

  • 4 anos ago

    Poxa vida, Anna. Essa edição está mais bonita que a da Intrínseca, e eu acabei comprando a da Intrínseca já tem alguns dias.
    🙁

    Eu sou a louca que compra o mesmo livro diversas vezes por causa das capas, mas vou tentar me segurar nesse ahahhaa

    Lindas fotos!
    A.

  • Janaina Muniz
    3 anos ago

    Oi Anna,

    Desculpa enviar esse comentário só agora, mas eu estou atualmente lendo O Rei Amarelo da Intrínseca e gostaria de saber se os contos são os mesmo nos dois livros: o da Arte & Letra e o da intrínseca.

    • 3 anos ago

      Oi Janaina, não vi os contos que tem no da Intrínseca. Me envia os nomes que eu confiro pra você 😉

Leave a Comment

Leave A Comment Your email address will not be published

CRÔNICAS

sonhei com você.

Acordei hoje com um sorriso amargo. Sonhar com você está sempre repleto de dualidade, ao mesmo tempo que gosto daquela sensação de proximidade, fico triste pela saudade que bate mais forte depois de uma noite inteira sonhando com você.

Read More