Menu
Literatura

A evolução pessoal dos personagens de Rainbow Rowell é o ponto alto de Fangirl

 Me conquistou por sua capa verde menta e os milhões de comentários positivos. Com tantas amigas que leem Rainbow Rowell e gostam, eu precisava conhecer o que a autora tinha para contar. Aproveitei que em minha adolescência eu escrevia muita fanfic de Harry Potter (não, vocês nunca vão saber quem eu era nessa vida) e comecei minha leitura por Fangirl, lançado pela Novo Século nesse segundo semestre de 2014.

 Cath é fã da série de livros Simon Snow. Ok. Todo mundo é fã de Simon Snow, mas para Cath, ser fã é sua vida – e ela é realmente boa nisso. Vive lendo e relendo a série; está sempre antenada aos fóruns; escreve uma fanfic de sucesso; e até se veste igual aos personagens na estreia de cada filme. Diferente de sua irmã gêmea, Wren, que ao crescer deixou o fandom de lado, Cath simplesmente não consegue se desapegar. Ela não quer isso. Em sua fanfiction, um verdadeiro refúgio, Cath sempre sabe exatamente o que dizer, e pode escrever um romance muito mais intenso do que qualquer coisa que já experimentou na vida real. Mas agora que as duas estão indo para a faculdade, e Wren diz que não a quer como companheira de quarto, Cath se vê sozinha e completamente fora de sua zona de conforto. Uma nova realidade pode parecer assustadora para uma garota demasiadamente tímida. Mas ela terá de decidir se finalmente está preparada para abrir seu coração para novas pessoas e novas experiências. Será que Cath está pronta para começar a viver sua própria vida? Escrever suas próprias histórias?

“Onde está o meu Levi?”

IMG_0985

 

Fangirl é muito bonito, ele consegue ser um livro adolescente que te ensina algo, constrói bem uma personagem e cria um clima interessante para ser acompanhado. Apesar de ser um livro cansativo (sim, ele é, foi um exercício de paciência ler a fanfic no livro. Já tinha um livro, não gostei de ler um livro dentro de outro livro), ele tem partes realmente encantadoras, e um personagem que foge da realidade e nos transforma em sonhadoras em busca de um Levy para chamar de nosso.

O livro consegue trazer um drama bem construído, que ajuda a desenvolver ainda melhor suas personagens e trabalha os medos sem ser direto ou deixar o leitor sem entender os motivos por trás de cada ação. Provavelmente o ponto mais alto do livro é justamente a evolução de cada personagem, a descoberta de quem são e aonde podem chegar.

Sem falar do pai, o pai é o melhor personagem da história toda! ?

É um livro cheio de diálogos, momentos e situações que vão e voltam para mostrar o quanto a vida se confunde com os livros. Se você gosta de escrever, já escreveu alguma fanfic ou pensa em ir para este caminho, Fangirl tem uma ótima lição para te dar.

O livro tem a diagramação padrão dos livros da novo século em parceria com o Omelete. Gostei muito, mas ainda acho as edições gringas mais bonitas.

IMG_0986

 

Edição: 1 | Editora: Novo Século | ISBN: 9788542803686 | Ano: 2014 | Páginas: 424 | Tradutor: Caio Pe

Rainbow Rowell escreve sobre adolescentes (Eleanor & Park e Fangirl), e às vezes sobre adultos (Attachments e Landline). Mas ela sempre escreve sobre pessoas que falam MUITO! E pessoas que sentem que estão fazendo tudo errado na vida.

editoras

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Baci ;*

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook Instagram Twitter Tumblr Google +  ? Pinterest Youtube  ?Blogvin Flickr

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

6 Comments

  • Beatriz Cavalcante
    20 de novembro de 2014 at 12:21

    Fangirl é um amorzinho. <333

    Quando eu li eleanor & park fiquei toda encantada com a história e virei fã da autora, ai quando eu vi que tinha mais um livro dela por aqui eu tive que ler. Achava que eleanor & park era meu favorito mas fangirl ganhou. Muito fofo, muito lindo! O pai é realmente fantástico e eu super me identifiquei com a Cath.

    E poxa, cadê meu Levi???! HAHAHAHA

    Beijos!

    Reply
  • Mariana
    21 de novembro de 2014 at 08:55

    Eu tenho muita vontade de ler esse livro exatamente pelo mesmo motivo que você leu *0*

    Reply
  • Raquel Moritz
    24 de novembro de 2014 at 22:17

    EU QUERO LER ESSE LIVROOOOOOOOOO <3 <3 <3 <3

    Reply
  • Ana
    26 de novembro de 2014 at 03:29

    Esse está na minha lista ainda. Li Eleanor e Park (quer dizer, ouvi, era audiolivro) e amei demais!

    Reply
    • Anna Schermak
      26 de novembro de 2014 at 20:17

      Eu quero ler Eleanor e Park também. Me falaram muito bem dele 😉

      Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.