16070926731_48115abb13_o

 A Darkside (aquela linda ♥) lançou um box maravilhoso para quem gosta de cinema e literatura. Ela aproveitou os seus volumes “cinematográficos” e empacotou de presente. Um presente para uma sexta-feira treze cheia de suspense, terror e psicopatas.

 Eu recebi esse box ainda em 2014, mas precisava guardar a resenha para um momento especial, nada melhor que uma bela sexta-feira 13 em Curitiba com chuva e céu cinza, clima perfeito para um seriado policial onde mortes suspeitas e com indícios sobrenaturais.

IMG_1505

O box “Cine Book Club” é composto por três grandes obras: “A Noite dos Mortos Vivos” de John Russo, “Psicose” de Robert Bloch e “Os Goonies” de James Kahn.

Dos livros citados acima, eu já resenhei “Psicose” aqui no blog. Falei bastante sobre a obra do Bloch e qual foi a minha experiência na leitura. Então não vou me estender demais falando sobre ele. Pois dos livros que eu li durante o ano de 2014 com toda a certeza ele foi um dos melhores. A Experiência de ler Psicose é incrível e conseguimos compreender o motivo pelo qual Alfred Hitchcook ficou tão apaixonado pela obra e quis levá-la para o cinema.

“Agora, ele tinha de encarar a realidade. A mãe era mais do que doente. Era uma psicótica perigosa. Ele tinha de controlá-la e o faria.”

Psicose é uma experiência e uma das das coisas que mais me impressionaram na obra de Robert é como ele escreve bem. Não é difícil ou complicado de ler.  Psicose é um livro que qualquer pessoa vai conseguir aproveitar todo o conteúdo sem se perder na história ou nos caminhos que o autor vai dar para ela. Achei isso fantástico e compreendi assim, como foi um grande trabalho a adaptação de Hitchcoch que precisou trabalhar com um roteiro tão bem feito nas páginas de um livro para as telas do cinema sem perder o brilho ou desmerecer seu trabalho perante o escrito.

O segundo livro é “A Noite dos Mortos Vivos e a Volta dos Mortos Vivos” do John Russo. Você lembra do filme do George Romero? Lembra né? O filme serve de inspiração até hoje para grandes obras que envolvam os clássicos monstros que voltam dos mortos para comer cérebros e aterrorizar cidades inteiras.
O mais interessante é que o volume da DarkSide traz consigo a continuação que não foi gravada. No final de “A Noite dos Mortos Vivos” também podemos ler o roteiro de ” A Volta dos Mortos Vivos”.

“A chama da vida arde por um tempo e então se apaga. As sepulturas aguardam pacientemente a hora de serem ocupadas. A morte é o fim de toda a vida” 

O livro é essencial para os fãs de zumbis. É divertido ler uma obra que deu início as grandes lendas que hoje conhecemos quando falamos sobre zumbis. E apesar de não ser o meu livro preferido do “Cine Book Club” é obra obrigatória entre os leitores da DarkSide Books.

IMG_1507

 Deixei o meu queridinho por último. Afinal como falar sobre uma das obras que mais me marcaram na adolescência? Eu sempre fui muito sozinha. Meu irmão só nasceu quando eu tinha cinco anos de idade e eu raramente saía para brincar com crianças na rua. Mas eu e meus primos sempre fomos um grupo muito unido quando o assunto era confusão e aventuras. Apesar da diferença de idade ser de 5 anos entre todos os membros do grupo, nós sempre arrumávamos uma brincadeira que agradassem a gregos e troianos.

Então, quando assisti “Os Goonies” pela primeira vez eu lembrei da gente e CLARO, também achei que um dia nós poderíamos encontrar um tesouro (hoje estão todos velhos e com no máximo cicatrizes da época de infancia com os tombos de bicicleta, nada de tesouro por aqui).

NEVER SAY DIE

Ler os Goonies foi uma nostalgia sem fim. Foi voltar para a sessão da tar de dos anos noventa e relembrar a história daquele grupo de crianças que estão prestes a ser despejados de seus lares.

A história é gostosa, segue de uma maneira fluida, divertida e muito igual ao livro. Você vai sair dali pronto para sentar no sofá com um pote de pipoca e um achocolatado gelado para assistir “Os Goonies” com a família e se apaixonar novamente pelo grupo maluco que aqui no livro tem sua história narrada por “Michey”.

Ps: o único fato que estranhei no livro d”Os Goonies” é que aqui você confunde a idade do grupo. Eles parecem muito mais adultos e durante algumas horas chegava imaginar que eles tinham uma idade completamente diferente.

IMG_1504

ISBN: 9788566636345 | Páginas: 800 | Edição: 1ª | Editora: Darkside | Ano: 2014

editoras

CLIQUE AQUI PARA COMPRAR 

Aproveite para nos seguir nas redes sociais!
Facebook ☁ Instagram ☁ Twitter ☁ Tumblr ☁ Google +  ☁ Pinterest ☁ Youtube  Blogvin ☁ Flickr

Captura de Tela 2017-06-29 às 10.53.35