Vídeos Segunda, Quarta e Sexta.   SE INSCREVA

Search

Obras dos finalistas do Prêmio São Paulo de Literatura estão disponíveis para empréstimo nas Bibliotecas de São Paulo, Parque Villa-Lobos e BibliON

O Prêmio São Paulo de Literatura anunciou recentemente os finalistas das suas duas categorias: melhor romance e melhor romance de estreia de 2022. Em sua 16ª edição, o reconhecimento à produção literária é promovido pela Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo e se destaca pelo valor R$ 200 mil concedido ao vencedor de cada categoria, considerado o maior do país em premiação individual. Os nomes dos vencedores serão anunciados no dia 27 de novembro, às 20h, em cerimônia realizada na Biblioteca Parque Villa-Lobos. 

Confira abaixo os autores indicados nas duas categorias. Lembrando que todas as obras estão disponíveis para empréstimos na Biblioteca de São Paulo e na Biblioteca Parque Villa -Lobos:

Melhor romance do ano de 2022

  • Cinthia Kriemler, Viúvas de sal (Patuá)
  • Cristovão Tezza, Beatriz e o poeta (Todavia)
  • Frei Betto, Tom vermelho do verde (Rocco)
  • Ieda Magri, Um crime bárbaro (Autêntica Contemporânea)
  • João Almino, Homem de papel (Record)
  • Marcela Dantés, João Maria Matilde (Autêntica Contemporânea)
  • Mariana Salomão Carrara, Não fossem as sílabas do sábado (Todavia)
  • Nara Vidal, Eva (Todavia)
  • Paula Fábrio, Estudo sobre o fim: bangue-bangue à paulista (Reformatório)
  • Xico Sá, A falta (Planeta)

Melhor romance de estreia do ano de 2022

  • Alexandre Alliatti, Tinta branca (Patuá)
  • Carla Piazzi, Luminol (Incompleta)
  • Cristianne Lameirinha, A tessitura da perda (Quelônio)
  • Denise Sant’Anna, A cabeça do pai (Todavia)
  • Helena Machado, Memória de ninguém (Nós)
  • Jessica Cardin, Para onde atrai o azul (Quelônio)
  • Leonardo Piana, Sismógrafo (Macondo)
  • Silvana Tavano, O último sábado de julho amanhece quieto (Autêntica Contemporânea)
  • Taiane Santi Martins, Mikaia (Record)
  • Tito Leite, Dilúvio das almas (Todavia)

Dentre as 20 obras finalistas, 13 integram o catálogo da BibliON, a biblioteca digital gratuita de São Paulo, também disponíveis para leitura gratuita. Abaixo, os links de acesso para os livros na BibliON:

Melhor romance do ano de 2022

Melhor romance de estreia do ano de 2022

Sobre a Biblioteca de São Paulo

Inaugurada em fevereiro de 2010, a Biblioteca de São Paulo (BSP) está localizada no Parque da Juventude, no terreno em que funcionou a Casa de Detenção de São Paulo (conhecida como Carandiru), na zona norte da capital paulista. A qualidade do acervo, as atividades de programação cultural e os serviços oferecidos deram um novo significado ao espaço, transformando-o em uma praça cultural, local de acolhimento e descobertas. Inspirada nas melhores práticas das bibliotecas públicas do Chile e da Colômbia, soma mais de 3 milhões de visitantes e visa promover o incentivo à cultura, à leitura e à literatura. Ocupa uma área de 4.257 metros quadrados para atender o público – crianças, jovens, adultos e idosos com ou sem deficiência. A BSP é um equipamento cultural da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, gerido pela Organização Social SP Leituras.

Sobre a Biblioteca Parque Villa-Lobos

A Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL), localizada dentro do parque de mesmo nome, é um espaço convidativo para a leitura, fruição da cultura e interação entre as pessoas. Além de um amplo acervo literário, atualizado semanalmente, oferece várias atividades gratuitas, como encontro com escritores, contação de histórias, saraus, oficinas, cursos, apresentações musicais, entre outros eventos de uma extensa programação. O local conta ainda com sala de games, ludoteca, computadores com acesso à internet, auditório, aparelhos de tecnologia assistiva, deck com vista para o parque, bicicletário e skatário. É um equipamento cultural da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, gerido pela Organização Social SP Leituras.

BibliON

Para utilizar o serviço gratuito de empréstimos de livros, basta que os interessados acessem www.biblion.org.br ou baixem o aplicativo BibliON, disponível no Google Play e na Apple Store e realizem um breve cadastro. 

O usuário pode fazer empréstimo de até duas obras simultâneas, por 15 dias. A BibliON permite ações como organizar listas, adicionar favoritos, compartilhar um livro como dica de leitura nas redes sociais, fazer reservas, ver histórico e sugerir novas aquisições. Por meio de princípios de gamificação, os associados conseguem acompanhar as estatísticas do tempo dedicado à leitura e participar de desafios. E o sistema de busca permite que o usuário utilize diversos filtros, como tema, autor, categoria ou título – ou até mesmo leitura indicada para grupos etários, como leitura infantil e juvenil.

É possível ler em dispositivos móveis, sem a necessidade de usar dados do celular, por meio do download prévio do título ou, ainda, ajustar o tamanho da letra e o contraste da tela; escolher diferentes modos de leitura para dia ou para noite e acionar a leitura em voz sintetizada, para saída em áudio do texto.

A BibliON, biblioteca digital gratuita de São Paulo, é uma iniciativa da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo sob gestão da SP Leituras.

10 livros para ler antes do vestibular Halloween: 5 livros de terror na literatura 5 livros para começar a ler clássicos Personagens LITERÁRIOS para inspirar seus personagens de RPG! Ideias para suas mesas de D&D sairem da mesmisse!