Menu
Top5

[Top5] Livros que eu abandonei!

Nem sempre uma leitura é boa, nem sempre um livro é maravilho e nem sempre estamos com saco para ler e as vezes… simplesmente não é a hora de ler algum livro. Nesse momento alguns livros ficam perdidos em nossa estante e nunca são terminados. Nós os abandonamos.

Eu já abandonei alguns. Alguns por serem ruins, outros simplesmente por não estar no clima da leitura. Resolvi falar de 5 deles agora. Então não se estresse, acalme-se, pegue seu cafe e respire fundo caso eu fale do livro que mudou a sua vida e não rolou para mim. As vezes, foi só questão de tempo, espaço e ritmo!

[Top5] Livros que eu abandonei!

1. Will&Will.

Sinopse: Em uma noite fria, numa improvável esquina de Chicago, Will Grayson encontra… Will Grayson. Os dois adolescentes dividem o mesmo nome. E, aparentemente, apenas isso os une. Mas mesmo circulando em ambientes completamente diferentes, os dois estão prestes a embarcar em um aventura de épicas proporções. O mais fabuloso musical a jamais ser apresentado nos palcos politicamente corretos do ensino médio.

Antes que você venha falar que eu sou preconceituosa e blá blá blá, não foi isso que me fez abandonar o livro. Foi uma coisa bem diferente e bem pessoal. Os palavrões.
Eu não sei vocês, mas eu sou uma pessoa que me incomodo muito com palavrões desnecessários. Eu raramente falo palavrão e até mesmo quando vou falar que um livro é foda, penso antes. Lá em casa, mamãe sempre brigou muito e exigiu que soubéssemos falar bonito na frente das pessoas. Eu não segui muito as explicações e hoje falo mais rápido que o Flash. Mas fazer o que né?
Mas voltando ao assunto, palavrões desnecessários me incomodam. Fazem um homem ficar feio e uma mulher ficar ridícula. E no caso de Will & Will estragou o livro para mim. Não deu, fiquei mal e tive que parar.

2. A Morte da Luz

Sinopse: Primeiro livro escrito por George R. R. Martin, autor da renomada série As Crônicas de Gelo e Fogo, foi premiado com os principais prêmios do mundo de fantasia e ficção científica. Desde essa primeira história o autor já mostra o que o tornaria mundialmente famoso, seus personagens que não são nem vilões, nem heróis, mas sim seres complexos como todos nós. Um planeta está prestes a morrer, seu caminho se afasta das estrelas que trazem vida àquele lugar. Suas 14 cidades, construídas rapidamente quando o planeta passou por perto de uma grande estrela, também estão moribundas. Worlorn não é o planeta que Dirk t’Larien imaginava, e Gwen Delvano não é mais a mulher que conhecera. Ela está ligada a outro homem e a esse planeta moribundo preso no crepúsculo, seguindo em direção à noite sem fim. Em meio à paisagem desoladora, há um violento choque de culturas, no qual não há códigos ou honra e uma batalha se espalhará rapidamente.

Sabe, é Martin… Ficamos com uma puta vontade de ler. Mas… não deu!
Tem autores que são bons em uma coisa, e Martin não é em A Morte da Luz. Eu senti que muita gente assim como eu foi com toda a contade nesse livro e se decepcionou, e o erro? Talvez seja mais da Leya de ter lançado o livro na vibe do que do próprio Martin. O livro poderia ser bem melhor em várias outras circunstâncias. Não naquela época. Deu que eu abandonei o livro e ficou por isso mesmo.

3. Ps. Eu te amo

Sinopse: Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca.

COMO ASSIM ANNA? É não deu gente.
Eu comecei a ler na tpm e na pagina 100 eu estava em posição fetal querendo me matar de chorar. PQ TEM QUE SER TÃO TRISTE ASSIM? ='( Eu abandonei, não imagino quando vou voltar a ler, mas por enquanto… prefiro ficar longe, ou arrumar um namorado para ler abraçada, enquanto ele jura que nada de ruim vai acontecer.

 

4.  O Advogado.

Sinopse: Um encontro violento com um sem-teto faz com que Michael, um advogado talentoso em ascensão, descubra segredos terríveis sobre a empresa em que trabalha. Assim, torna-se um advogado para os desabrigados, os sem-teto, um advogado de rua.

Eu li um livro do John Grishan achei que meu destino era ser advogada e achei que tudo poderia ser lindo. Tipo você quando assiste Law & Order e quer ser juiz/advogado e tal. Pra falar a verdade eu até passei em direito, mas não. Definitivamente não era para mim. E O Advogado foi um livro que me fez perder o encanto. Ainda não sei o porque, mas acho que eu fui fã de um livro só.

5. Assim Falou Zaratrusta

Sinopse: Nietzsche, por meio da lendária figura do filósofo persa do século VI a.C., apresenta os grandes temas de sua construção filosófica: o além-do-homem, o eterno retorno, a vontade de poder e a morte de Deus.

Ainda não entendi o que eu estava procurando quando peguei esse livro para ler. Só sei que não passei da página 20.

E você, qual livro já abandonou?

 

About Author

Criadora do @pausaparaumcafe, social media, formada em marketing, rata de biblioteca, intolerante à lactose e a pessoas de mau humor.

6 Comments

  • Rodrigovk
    3 de outubro de 2013 at 17:24

    O processo, do Kafka.
    Fui na onda logo depois de terminar Metamorfose, mas não consegui chegar até o final. Reconheço que o livro é genial, mas para você sentir na pele toda aquela burocracia, o livro é extremamente burocrático, até o ponto que você quer dizer. “Aaaaaa, chega!”, ou “Cale-se, cale-se, cale-se que você me deixa loooouco!”. É uma pena, queria ter terminado, é um excelente livro.

    Reply
  • Cris Aragão
    3 de outubro de 2013 at 23:03

    Eu não abandonei, só deixei de lado por um tempo, tudo bem que já faz mais de uma ano e eu não me animei a pegar o livro de novo nem uma vez, mas quem sabe um dia. Foi O Silmarillion o Tolkien, por favor não me xinguem que a Ana não gosta de palavrões. Mas eu achei chato demais.

    Reply
    • Anna Schermak
      3 de outubro de 2013 at 23:30

      Não vou xingar meu bem *-*
      Mas confesso que não entendo hehehe Silmarilion é meu livro preferido entre os livros do Tolkien! ! hehehehe

      Reply
  • Letícia Valle
    14 de outubro de 2013 at 19:39

    Oi, Anna!

    Acho que falar de livros abandonados é horrível, porque tem gente que julga dizendo que ama aquele livro q vc abandonou hahaha tenho um nessa lista, os outros não sei. O povo fica tipo: Eu adorei a escrita de fulano, esse livro é LINDO, como você odiou? é chatinho, mas eu respeito, cada um tem sua opinião. Não vamos ter preconceito literário, é só uma questão de você adorar aquele gênero e amar o autor ou não. Também tem esses livros em que você não consegue sair do lugar, como você disse. Comprei O Processo e O Castelo há um bom tempo, abandonei o segundo, mas planejo retomar. =) Adorei o post, quero ver se começo a fazer esses top5 de livros! Beijos!

    Reply
    • Anna Schermak
      14 de outubro de 2013 at 20:58

      Entendo completamente Le! E como disse, tem livros que não são ruins, simplesmente não estamos no clima. Como foi o meu caso com Ps. Eu te amo
      Beijos flor! <3

      Reply
  • Bruna
    12 de janeiro de 2016 at 22:18

    Ps. Eu te amo foi uma experiencia literária muitooo triste.
    Mais eu gostei.
    Sei lá, gosto de livros tristes

    John Green sem palavrão não é John Green.
    Eu também não falo palavrão, mais não chego a me incomodar com isso. Li o livro de boa.

    Bom, adoro o seus posts <3 <3
    Beijo.

    Reply

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.