[TrolandoD20em20] Desafios em se viajar por florestas

[TrolandoD20em20] Desafios em se viajar por florestas

“Se na lei da selva os mais fortes sobrevivem, então por favor me responda: Onde estão os dinossauros?” – Rafael Carvalho

Viagens são comuns no RPG, em geral imagino que os jogadores usem estradas, mas muitas vezes é importante cruzar ambientes hostis como selvas ou desertos. Esse texto se propõe a mostrar algumas dicas sobre como lidar com florestas.

Geral

1. Use estradas -> Entrar em uma floresta sem trilha é loucura, nem a companhia do anel fazia isso (grupo do senhor dos anéis), no livro mostrava o planejamento, eles sempre escolhiam trilhas muito antigas, pouco movimentadas, nunca uma linha reta no meio da mata.

2. Tenha alguém experiente -> Que seja um druida, gangrel ou um simples humano com o treinamento necessário, são muitos detalhes, vou pontuar nesse texto apenas os que julguei relevantes quando fiz a pesquisa. O material é extenso e possivelmente existem conhecimentos impossíveis de aprender com leitura, só com a prática.

3. Preparem-se -> Alimentos podem ser encontrados, o importante é carregar mapas, remédios e roupas adequadas.

figura1-selva-brasil
Militar brasileiro lidando com uma das ameaças da selva.

A seguir, serão apresentados eventos comuns em uma selva. Está organizado em 6 pontos, podendo ser utilizado como tabela de encontros. O metre rola 1d6 por dia, todos fazem testes de sobrevivência, o guia vai sempre passar, os outros vão sofrer as consequências da inexperiência. Está aqui apenas como sugestão, cada item é auto-explicativo e o narrador usa como quiser.

1. Doenças intestinais

-> Um problema intestinal pode impedir o personagem de se alimentar, em um ambiente hostil isso é fatal. Um dos descuidos é pegar uma fruta com a mão e comer, sua mão estava na arma, estava nas árvores, estava no chão depois de uma possível queda, está suja! A higiene é essencial na selva. Outra causa de problema intestinal: nem toda água é potável, existe um truque simples para purificar água, mas é necessário saber o truque (rs).

2. Infecções

-> São doenças causadas por organismos externos, vírus, bactérias, parasitas e etc. Na selva podem surgir em feridas que não receberam tratamento adequado, infecção mata! Requer repouso e tratamento adequado (e conta como doença, a cura normal do clérigo não resolve). Um descuido que gera infecções é a falta de cuidado com os pés, uma meia úmida causa a proliferação de fungos, esses atacam a pele causando lesões (pé-de-atleta), tornando o corpo vulnerável para problemas piores.

3. Mosquitos

-> Transmitem doenças extremamente perigosas, a gente já sabe, dengue, malária, febre-amarela e etc. Entre os cuidados estão: usar roupas adequadas, besuntar o rosto com lama principalmente a noite e acampar longe de pântanos.

4. Cobras e escorpiões

-> Pessoas experientes podem saber onde pisar, como encostar nas árvores, mas os estabanados de armadura possivelmente teriam dificuldade em evitar ofídios. Em geral, o veneno de ambos não mata instantaneamente, causa muita dor e requer tratamento, infelizmente, na selva a pessoa responsável pelos primeiros socorros não terá o equipamento necessário, dificultando a jogada nos dados.

Tratamento na selva (regra opcional): Em termos de jogo, vou sugerir o seguinte procedimento para os 4 casos acima: O médico faz um teste em uma dificuldade estipulada pelo narrador, exemplo, 12 para problemas intestinais, 20 para venenos. Cada vez que o médico tiver sucesso ele marca um ponto e passa um dia, cada vez que o médico falhar a doença marca um ponto e passa um dia. Se a doença conseguir um número de pontos decidido pelo mestre, sei lá 4, o personagem morre, se o médico conseguir o número certo, sei lá 3, o paciente está curado. Enquanto um dos jogadores é tratado, o grupo pode querer carregá-lo ou esperar o fim do tratamento, independente da escolha os riscos da selva permanecem.

Unidade tática demonstrando ação na selva.
Unidade tática demonstrando ação na selva.

5. Mamíferos

Tigres, onças, javalis, lobos, leões… esqueçam! Esses animais preferem presas mais fáceis. Eles podem atacar (como sempre se fala) para se defender ou proteger os filhotes. Segundo minha fonte, o único mamífero que encara humanos são ursos, podendo ser usados tranquilamente como antagonistas.

6. Localização

Na minha opinião, o maior perigo em uma selva é ficar perdido. A busca por alimentos pode levar ao consumo de plantas venenosas, os doentes pioram, não se encontra água potável. Recomendo ao narrador fazer o teste de orientação todo dia de caminhada (citando a concorrência, só não pode tirar um!), em caso de falha o guia pega um marcador de perdido, cada marcador atrasa um dia a viagem, três marcadores a viagem leva a um lugar diferente, sete marcadores o guia se perde completamente. Se o dado cair no 6 dessa tabela, o caminho tem um obstáculo difícil de contornar (um rio), fazendo com que o grupo precise dar uma grande volta, perdendo um dia de caminhada.

Citei alguns perigos mundanos de uma selva, fica a cargo do mestre adicionar os elementos sobrenaturais relevantes para a história. Welcome to the jungle!

Fontes (acessados em 16/12/2013)

http://pt.wikipedia.org/wiki/Insola%C3%A7%C3%A3o
http://www.youtube.com/watch?v=_87d2SLxs3g
http://www.panda4x4.net/
http://www.brasilescola.com/gramatica/viagem-ou-viajem.htm

No comments yet. Be the first one to leave a thought.
Leave a comment

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.